The Howard Hughes Medical Institute, the Wellcome Trust, the Bill & Melinda Gates Foundation, and the Gulbenkian Foundation are jointly holding a competition to award grants to outstanding early career scientists working outside the United States.  This International Research Scholars program aims to provide much-needed support for promising international scientists as they establish their independent research programs.  Please inform interested colleagues and former trainees about this program, directing them to our website (https://www.hhmi.org/programs).

Essential information about the program is summarized below. Please feel free to contact Ed McCleskey (mccleskeye@hhmi.org) with questions you may have.

 

Erin O’Shea
Vice President and Chief Scientific Officer

Howard Hughes Medical Institute

4000 Jones Bridge Road
Chevy Chase, MD 20815

Program Information:

  • Approximately 45 grants will be awarded
  • Applicants must have an independent laboratory that started within the last seven years
  • Applicants must have trained as either a graduate student or a postdoctoral researcher in the US or the UK
  • Laboratories in the G7 countries (US, Canada, UK, Germany, France, Italy, Japan) are ineligible, as are a handful of countries presently under US sanctions
  • The application submission deadline is June 30, 2016
  • Further information and access to the application is available at:https://www.hhmi.org/programs
  • Direct questions to Ed McCleskey (mccleskeye@hhmi.org) or Laura Kinkead (kinkeadl@hhmi.org), who are directing this program
Nuevos académicos incorporados a la ACAL

Nuevos académicos incorporados a la ACAL

Vistos los resultados de las votaciones para la elección de nuevos miembros  la ACAL, con gran satisfacción,  la ACAL anuncia la incorporación de ocho excelentes  investigadores como nuevos Académicos, dándose así un paso más en el proceso de reactivación de nuestra institución.

La Junta Directiva y el Consejo Académico anunciaran la fecha para nuevas elecciones de Miembros, mientras tanto invitamos a todos los Académicos a proponer otros nombres de investigadores que, además de un sólido curriculum científico estén dispuestos a contribuir  al  desarrollo y  a la integración humana, cultural y social de de América Latina y el Caribe, tal como lo establece la misión de nuestra Academia.

Estudante convênio de Pós-graduação- PEC-PG

Estudante convênio de Pós-graduação- PEC-PG

Faça aqui o download do Edital PEC-PG 2015/ Mestrado-CNPq

O Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG), criado oficialmente em 1981, oferece bolsas de estudo para nacionais de países em desenvolvimento com os quais o Brasil possui acordo de cooperação cultural e/ou educacional, para formação em cursos de pós-graduação strictu sensu (mestrado e doutorado) em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras.

São oferecidos aos contemplados os seguintes benefícios:

  • Vagas em IES brasileiras recomendadas pela Capes, sem custos de matrícula;
  • Bolsa mensal no mesmo valor que a oferecida aos estudantes brasileiros, a saber: R$1500,00 para mestrado, com duração máxima de 24 meses, e R$2200,00 para doutorado, com duração máxima de 48 meses; e
  • passagem aérea de retorno ao país do estudante estrangeiro.

O PEC-PG é administrado em parceria por três órgãos:

  • Pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), por meio da Divisão de Temas Educacionais (DCE), a quem cabe a divulgação do Programa no exterior e o pagamento das passagens de retorno dos estudantes;
  • pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a quem cabe a seleção e o pagamento das bolsas de doutorado para estudantes de todos os países participantes e de mestrado para estudantes do Timor-Leste
  • pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio do Conselho Nacional para Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a quem cabe a seleção e o pagamento das bolsas de mestrado para estudantes de todos os países participantes, com exceção de Timor-Leste.

Histórico do PEC-PG: http://www.capes.gov.br/cursos-recomendados

Pesquise cursos de pós-graduação recomendados pela Capes em IES brasileiras em :http://www.capes.gov.br/cursos-recomendados

IMPORTANTE:  Para poder participar do Convênio PEC-PG, o candidado debe ter permanecido em seu país de origem ou residência por, pelo menos, DOIS anos após ter obtido o título de mestre (profissional ou acadêmico) ou doutor, no caso de candidato que tenha recebido bolsa de estudos ou pesquisa de agência brasileira de fomento ou no caso de ex-estudante graduado pelo Programa de Estudantes-Convênio de Graduação – PEC-G.

 

Nível: Mestrado

Agência Financiadora: CNPq

Chamada CNPq nº 05/2015

CRONOGRAMA:

Atividades Data
Lançamento da Chamada no Diário Oficial da União e na Página do CNPq 29/05/2015
Data limite para submissão das propostas 27/07/2015
Divulgação dos resultados no Diário Oficial da União e na página do CNPq na internet A partir de novembro de 2015
Implementação das bolsas aprovadas A partir de fevereiro/2016

 

Conferir as seguintes informações em: http://goo.gl/F9D1m1

  • FAC – CNPq – 2015
  • Manual – PEC-PG – 2015
  • Instruções passo a passo Currículo Lattes
  • Instruções passo a passo formulário eletrônico
  1. 1.  DOS ITENS FINANCIÁVEIS

1.1       Bolsa de Mestrado- Voltado para a formação acadêmica, exigindo defesa de Dissertação em determinada área de conhecimento que revele completo domínio sobre o tema. O benefício será concedido mensalmente pelo CNPq, durante o prazo máximo de 24 meses improrrogáveis, contados a partir do envio de todos os documentos obrigatórios e implementação da bolsa e de acordo com valores e normas estabelecidos pelo CNPQ.

1.2       Pagamento do auxilio deslocamento seguindo os valores estabelecidos na Resolução Normativa do CNPq, mediante disponibilidade orçamentária do CNPq, a ser pago juntamente com a primeira parcela da bolsa.

1.3       Passagem aérea de retorno à capital do país de origem ou de residência do estudante-convênio, concedida pelo Ministério das Relações Exteriores- MRE, em classe e trecho econômicos, caso conclua a pós-graduação com êxito.

1.4       Isenção de pagamento de mensalidades ou de qualquer espécie de taxa, no âmbito acadêmico.

1.5       Assistência Médica, Odontológica e Farmacêutica, realizada pelo Sistema Único de Saúde- SUS, nos termos do convênio firmado entre o MRE e o Ministério da Saúde, em 25 de janeiro de 1994.

  1.   CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

2.1       Não ser portador de visto permanente, visto diplomático, visto MERCOSUL, visto de turista ou visto que autorize o exercício de atividade remunerada no Brasil.

2.2       Não ser cidadão brasileiro, ainda que binacional, nem possuir genitor ou genitora brasileiro.

2.3       Ser cidadão dos países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém Acordo de Cooperação Educacional, Cultura ou de Ciência e Tecnologia.

2.4       Ter permanecido no país de origem, no mínimo, dos anos após ter obtido o diploma brasileiro, no caso de ex-estudante graduado pelo Programa de Estudantes- Convênio de Graduação- PEC-G.

2.5       Ter curso de graduação completo em qualquer área do conhecimento científico.

2.6       Não ter iniciado o mestrado no Brasil.

2.7       Comprovar proficiência na língua portuguesa (Celpe-bras)

2.8       Apresentar Carta de Aceitação da IES brasileira, pública ou privada, em curso de pós-graduação stricto sensu recomendado ou reconhecido pela CAPES com conceito igual ou superior a 03 (três).

2.9       Ter currículo cadastrado e/ou atualizado na Plataforma Lattes do CNPq.

2.10     Ser financeiramente responsável pela passagem de vinda para o Brasil, por sua manutenção até o recebimento da primeira mensalidade da bolsa PEC-PG (mínimo de 60 dias) e pela manutenção de qualquer membro da família que o acompanhe durante toda a estada no Brasil.

2.11     Estar apto a iniciar as atividades relativas ao projeto imediatamente depois de aprovado pelo CNPq.

2.12     Não possuir formação anterior no mesmo nível de estudo pretendido.

Nível: Doutorado

Agência Financiadora: CAPES

  1. DOS ITENS FINANCIÁVEIS

1.1      Bolsa de doutorado com valor estabelecido na Portaria Conjunta, com prazo de concessão máximo contado a partir da primeira matrícula no curso e do envio de todos os documentos obrigatórios, improrrogável, salvo nos casos previstos na Portaria Nº 248, de 19/12/2011 e suas alterações. Esta bolsa objetiva a formação de pesquisadores, exigindo defesa de tese em determinada área de conhecimento que represente contribuição original para a Ciência. O benefício será concedido mensalmente pela CAPES, durante o prazo máximo de 48 (quarenta e oito) meses, para este nível de estudo.

1.2      Passagem área de retorno à capital do país de origem ou de residência do estudante-convênio, concedida pelo MRE, em classe e trecho mais econômicos, caso conclua o doutorado com êxito.

1.3      Isenção de pagamento de mensalidades ou de qualquer espécie de taxa, no âmbito acadêmico.

1.4      Assistência médica, odontológica e farmacêutica, realizada pelo Sistema Único de Saúde – SUS, nos termos do convênio firmado entre o MRE e o Ministério da Saúde, em 25 de janeiro de 1994.

1.5      Auxílio deslocamento para vinda ao Brasil com condições e valores estabelecidos pela Portaria CAPES/DGES Nº 11 de 10 de março de 2011, mediante disponibilidade orçamentária.

* O beneficiário da bolsa gozará de tratamento igualitário em relação aos demais bolsistas da CAPES.

* Não estão incluídos no PEC-PG o pagamento de traslados e/ou hospedagem de qualquer natureza, inclusive sob a forma de auxílio instalação, ao estudante-convênio selecionado e/ou a qualquer membro da família de estudante-convênio, quando de sua chegada ao Brasil.

  1. CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

Os critérios de elegibilidade indicados abaixo são obrigatórios. O atendimento aos mesmos é considerado imprescindível para análise, enquadramento e julgamento das inscrições. As inscrições apresentadas deverão, obrigatoriamente, atender às normas do Edital e do Manual.  A ausência ou insuficiência de informações sobre quaisquer dos critérios de elegibilidade poderá resultar no cancelamento da inscrição. A inscrição do candidato implica o conhecimento e aceitação das regras e condições estabelecidas no Edital, em relação aos quais não poderá alegar desconhecimento.

Dos requisitos do candidato:

2.1 Ser cidadão de país em desenvolvimento com o qual o Brasil mantenha Acordo ou Memorando de Entendimento na área de Cooperação Educacional, Cultural ou de Ciência e Tecnologia.

2.2 Não ser cidadão brasileiro, ainda que binacional, nem possuir genitor ou genitora brasileiro;

2.3 Não possuir visto permanente, visto diplomático, visto MERCOSUL, visto de turista ou visto que autorize o exercício de atividade remunerada no Brasil;

2.4 Ter curso de graduação ou mestrado completo em uma das áreas do conhecimento científico;

2.5 Não ter iniciado curso de pós-graduação stricto sensu no Brasil no mesmo nível de estudo pretendido;

2.6 Ser aceito por IES brasileira, pública ou privada, que emita diploma de validade nacional, em curso de doutorado recomendado ou reconhecido pela CAPES, com conceito igual ou superior a 03 (três);

2.7   Não possuir formação anterior no mesmo nível de estudo pretendido;

2.8  Ter Curriculum Vitae cadastrado e/ou atualizado na Plataforma Lattes do CNPq, em língua portuguesa.

2.9 Ser financeiramente responsável pela passagem de vinda para o Brasil, por sua manutenção até o recebimento da primeira mensalidade da bolsa PEC-PG e pela manutenção de qualquer membro da família que o acompanhe durante toda a estada no Brasil.

2.10 Ser portador do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa – CELPE-Bras ou comprovar proficiência por meio de Declaração do Coordenador do Curso de pós-graduaçãostricto sensu pretendido no Brasil, no caso dos candidatos provenientes de países onde não se aplica o CELPE-Bras.

2.11 Ter permanecido em seu país de origem ou residência por, pelo menos, dois anos após ter obtido o diploma brasileiro, no caso de ex-estudante graduado pelo Programa de Estudantes-Convênio de Graduação – PEC-G;

2.12 Ter permanecido em seu país de origem ou residência por, no mínimo, dois anos após ter obtido o diploma brasileiro, no caso de candidato que tenha recebido bolsa de estudos ou pesquisa de agência brasileira de fomento para cursar graduação no Brasil e deseje inscrever-se para doutorado direto;

2.13 Ter permanecido em seu país de origem ou residência por, no mínimo, dois anos após ter obtido o título de mestre (profissional ou acadêmico), no caso de candidato que tenha recebido bolsa de estudos ou pesquisa de agência brasileira de fomento; e;

2.14 Estar apto a iniciar as atividades relativas ao projeto imediatamente após aprovado pela CAPES.

Nota Editorial

Nota Editorial

La puesta en marcha de la página web indica el reinicio de las actividades de la ACAL. En ella se podrá publicar en español, portugués e inglés. Nuestra intención es que con la ayuda de los académicos nuestra página pueda llegar a ser un foro del conocimiento latinoamericano que propicie una mayor conexión entre los científicos de nuestros países, independientemente de donde trabajen.

Por ahora hemos incluido dos secciones fijas: Publicaciones de artículos de interés y Noticias.

La primera está destinada a la discusión critica de las políticas para la ciencia, tecnología e innovación en los distintos países, los indicadores de desarrollo y el diagnóstico del estado de la ciencia en la Región, a través de documentos, planteamiento de ideas, propuestas y recomendaciones para su desarrollo. Otro aspecto que siempre ha estado muy cerca de los intereses de ACAL es la educación en ciencia. En este sentido sería muy importante reflexionar sobre el estado de la educación en ciencia, desde la escuela primaria hasta la universidad en los países de la región. El tercero es la publicación de artículos y ensayos que tienen que ver con la ciencia.

La sección de Noticias contendrá información sobre eventos científicos nacionales y regionales, logros de investigadores latinoamericanos, oportunidades de estudio y pasantías para jóvenes investigadores, oferta de becas y subsidios, así como posibilidades de realización de proyectos conjuntos de interés regional, entre otras.

Reiniciamos con mucho entusiasmo las actividades de la Academia y tenemos mucha confianza en que, con el apoyo de sus miembros, continuará siendo un mecanismo efectivo para la integración de la ciencia latinoamericana.